3 Coisas Que o Pecado Não Pode Fazer Com o Cristão – Cody Barnhart

O arrependimento às vezes parece impossível. Frequentemente, eu lido com o meu pecado como se ele fosse algum tipo de doença, similar a um resfriado ou alergia. Eu paro de lutar e deixo que ele me domine. Eu sei que algo está errado, mas ao invés de buscar por soluções, eu me automedico. E como se essa dormência para com o pecado não fosse assustadora suficiente, eu começo a me perguntar, “Deus me dirá que sou um monstro por deixar meu pecado vencer?”. Deixando de confiar em Deus e esquecendo de quão fiel Ele sempre tem sido, eu abdico do arrependimento e caio suscetível em um ciclo de pecado e vergonha. Eu começo instruir-me, a endireitar-me, a esforçar-me mais, a melhorar. Eu quero me levantar pelo meu próprio esforço.

Mas o evangelho do esforço próprio é um evangelho falso. Eu não estou vagando pelo antinomianismo aqui, mas simplesmente lembrando você que a sua salvação depende da obediência de Cristo, não da sua. Abaixo, há três lembretes sobre o pecado para você se recordar que ele, em última análise, perdeu poder sobre sua vida. Esses lembretes nos ajudam a eliminar a vergonha que sentimos depois de desobedecer e nos impelem a arrepender-nos do nosso pecado mesmo quando somos tentados a nadar nele. Eles são “evangelismos” – verdades sobre o evangelho que são fáceis de pregar uns aos outros quando nós começamos a esquecer o evangelho – e eu espero que elas ajudem vocês assim como têm me ajudado:

Nosso pecado não pode nos governar

Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andamos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós”. 1 João 1:6-8

Se confessarmos nossos pecados para Deus, Ele é fiel e justo para nos perdoar, purificando-nos de toda nossa injustiça! Considere o peso do Deus do Universo sendo justificado no perdoar e no lavar dos pecadores. O perdão de Deus não é um escândalo – Cristo foi injustamente punido para que nós pudéssemos ser perdoados justamente. Isso deveria nos obrigar a confessar os pecados regularmente diante do Pai e uns dos outros, pois o evangelho nos permite viver livremente com Cristo, ao invés de sob a escravidão do pecado.

Nosso pecado não pode triunfar sobre nós

Mas quando este sacerdote acabou de oferecer, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à direita de Deus. Daí em diante, ele está esperando até que os seus inimigos sejam colocados como estrado dos seus pés; porque, por meio de um único sacrifício, ele aperfeiçoou para sempre os que estão sendo santificados”. Hebreus 10:12-14

Cristo não possibilitou, simplesmente, a nossa libertação do pecado – ele decidiu reivindicar nossos corações e mentes como deles pelo resto de nossas vidas. Ele realmente era capaz de suportar nossos pecados. Seu sangue nunca seca e sempre flui profundamente. Os méritos de Cristo nunca falharam e nunca falharão nas suas promessas.

Se você está sendo santificado pela renovação da sua mente, o seu aperfeiçoamento já foi realizado. Embora você precise trabalhar sua salvação, com temor e tremor, você não está mais em inimizade com Deus. Regozije-se nessa liberdade! O pecado não pode mais triunfar sobre nós, porque já triunfamos com a justiça e a fidelidade de Cristo. Ele completou toda a obra necessária não apenas para te salvar, mas para te guardar. Descanse e rejubile na fidelidade do Rei Jesus.

Nosso pecado não pode nos matar

Se pela transgressão de um só a morte reinou por meio dele, muito mais aqueles que recebem de Deus a imensa provisão da graça e a dádiva da justiça reinarão em vida por meio de um único homem, Jesus CristoRomanos 5:17

Devido a obra consumada de Cristo, a morte nunca tocará o crente. A ressurreição de Cristo rompeu a morte de tal modo que pudéssemos nos unir a ele na vida eterna. Quando o Espírito te incomoda para você se arrepender – e acredite em mim, morrer para si mesmo, às vezes pode parecer um incômodo até que não estejamos mais nesses corpos infectados pelo pecado – não se envergonhe de trazer seu pecado para Deus. Ele oferece vida! Você pode perceber-se tentando esconder seu pecado por causa da vergonha, mas no seu quebrantamento, lembre-se do quebrantamento de Cristo na Cruz para que você pudesse achar esta vida. Foi concedido a você uma liberdade exclusiva da parte de Deus – liberdade para viver verdadeiramente.

Se você for como eu, essas verdade sacudirão suas afeições. Você não é mais sujeito às coisas que você mais odeia em si mesmo quando você se rende à liberdade que o Evangelho tem a oferecer. Lembre-se que Deus está sempre perto de você, pois é onde Cristo te colocou, uma vez que você uniu-se a ele. O arrependimento não está longe, se você foi renovado pelo Espírito. Ele nunca te rejeitará. Você é Seu filho amado, e Ele veio para te “consertar” para a eternidade.

Tradução: Felipe Stein

Original aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s